Este Blog foi escrito para o Público LGBT de todas as idades que estão a pensar em assumir-se. Nós sabemos que tomar a decisão de se assumir pode ser assustadora e desgastante. É por estas razões e devido ao nosso trabalho na área de homossexuais que fizemos este Blog. Acreditamos que informação útil e as experiências de outras pessoas em assumirem-se podem preparar-te para algumas das consequências que podem resultar de te assumires perante a família e amigos. Blog que reúne as principais notícias sobre o público Gls Glbt Lgbt (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais). Tem por objetivo manter tal comunidade informada, para que usufruam de seus direitos, comemorem suas conquistas e lutem pela diminuição do preconceito. Deixe seu recado, mande suas fotos e videos poste no nosso blog Faça parte você também Participem deste blog, Mail Skype sociedadeglsglbt@hotmail.com Skype eduardo.estevao21

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Hormonios - transforma-se com cuidado

O texto a seguir foi encontrado na internet, sem haver a identificação de sua autoria. Supõe-se ter sido elaborado por um médico.
A auto medicação é muito comum, e com esse texto é possível entender a complexidade do tratamento.
Tomar hormonios aleatoriamente pode causar danos irreversíveis a saúde.
Um médico endocrinologista deve ser consultado para indicar o melhor tratamento, e poder obter o exito desejado.

Principio da Terapia Hormonal


Em princípio existem vários tipos de terapia, cada qual para uma idade da pessoa.

Os tratamentos para jovens antes dos 18, e para adultos após os 35 são um pouco diferentes, e nesses casos, somente um médico poderá ajustar o tratamento, pois a terapia para adolescentes e pessoas depois dos 35 sofre muita variação, sendo portanto diferente e mais específica para funcionar completamente. No entanto, apesar dessas variações, se aplicam os mesmos remédios, apenas variando-se a dosagem padrão.
Na terapia MTF (Macho genético Torna-se Femea) são usados necessariamente três tipos de medicamentos mais os complementos vitamínicos:
1 - Antiandrógeno - Responsável pela castração química (inibição da produção ou eliminação de testosterona), que gera menor intensidade nos pelos androgeno dependentes e caracretísticas secundárias femininas, além de esterilidade
2 - Progestogênio - Responsável pela maturação da glãndula mamária e seios, além de ser possivelmente atuante como fator anti-carcinogênico na utilização do estrogênio
3 - Estrogênio - Responsável pela redistribuição de gordura, maturação dos seios, clareamento da pele e outras características secundárias femininas
Como complementos, devem ser usados aqueles que possuem vitamina B12, ácido Fólico e ferro. Dosagens:
ÁCIDO FÓLICO - (1 a 2 mg por dia)
VITAMINA B12 - (em torno de 5 mcg por dia)
FERRO - (10 a 15 mg por dia)
Atenção: Cada um desses remédios DEVE ser usado, pois a castração química é muito importante na mudança física do corpo. A progesterona deve ser utilizada para se evitar possibilidades posteriores de tumores de mama. E o complemento é fundamental para o crescimento ideal dos seios, redistribuição de gordura e assimilação metabólica do estrogênio.

Funcionalidades da terapia MTF*


O melhor tratamento, com as mudanças mais profundas, é obtido quando o paciente tem entre 18 e 28 anos, não sendo tão profundas quanto se começado até 38, e menos ainda após os 48. Sobre o tratamento, ele é totalmente reversível até os primeiros quatro meses, e depois desse tempo, começa a se tornar irreversível.

Os efeitos da mudança física podem ser sentidos em grande maioria nos primeiros dois anos, quando a quase totalidade das mudanças pode ser notada, e termina em 5 anos, quando as mudanças físicas se completam, e praticamente mais nenhuma alteração pode ser notada.
A utilização dos hormônios é para a vida toda, mesmo depois de ser operar, no entanto, após a cirurgia, os níveis são diminuídos dramaticamente.
O tratamento hormonal gera:
01- diminuição da fertilidade até a esterilidade completa
02- diminuição do tamanho do pênis
03- aumento gradual dos seios
04- redistribução de gordura para regiões tipicamente femininas
05- mudança metabólica nos pelos. o crescimento de pelos no corpo se torna mais lento, e os pelos podem se tornar ligeiramente mais claros ou menos intensos.
06- diminuição do metabolismo corporal pela perda de massa muscular, gerando mais dificuldade em emagrecer
07- mudanças na epiderme. a pele se torna mais clara e fina, e a sensibilidade ao toque aumenta ligeiramente
08- mudança nos odores corporais . na urina e na pele
09- amplificação das emoções, tornando a pessoa mais sucetível a descargas emocionais, choros e outros sentimentos
10- atuação menor das glândulas sudoríparas, gerando menos suor

O tratamento hormonal não gera:

01- mudança na voz ou Pitch vocal.
02- redução dramática dos pelos faciais
03- mudaça no formato ou tamanho da ossatura do corpo
04- mudança no tamanho do pomo-de-adão
05- diminuição do tamanho dos pés, mãos e ombros

Administração dos Hormônios


Sobre a administração dos hormônios, é sabido que os melhores são os hormônios injetáveis, na medida em que eles tem apenas uma passagem pelo fígado, sendo metabolizados sem maiores problemas pelo organismo e gerando menos feitos colaterais.

No entanto, os hormônios administrados via intramuscular (injetáveis) geram muito desequilíbrio no balanço sérico, e acredito que a melhor utilização seja um tipo de hormônio injetável associado a um hormônio oral diário, evitando mudanças hormonais drásticas.
O início do tratamento leva em conta a ADMINSITRAÇÃO das MENORES DOSES dos hormônios e antiandrógenos, que depois aumentam GRADATIVAMENTE com o tempo até chegar a dose-padrão.
Isso é muito importante para evitar tromboses, embolias, desmaios, avitaminoses e depressão profunda.
O primeiro a ser administrado é o antiandrogênio, seguido da progesterona e estrogênio. Numa segunda etapa, administra-se o segundo estrogênio via intramuscular (injetável), transdérmico ou oral (não muito recomendado como segundo estrogênio).
Primeiros dois meses - Administração de um antiandrógeno
Terceiro a quarto mês - Administração de um progestogênio, do primeiro estrogênio e do complemento vitamínico
Quinto mês em diante - Administração de um segundo estrogênio
Essa ordem deve ser rigorosamente seguida, sob risco de causar problemas graves de saúde.

Diversos tipos e dosagens dos hormônios para "transexuais não operadas" MTF Tipos de Antiandrógenos

Droga: espironolactona
Nome comercial: Aldactone
Segurança: excelente
Eficácia: boa
Administração: oral
Dosagem Inicial Recomendada: 50 mg /dia
Dosagem Padrão: 100 a 200 mg /dia


Droga: finasterida

Nome comercial: Finasterida
Segurança: excelente
Eficácia: boa
Administração: oral
Dosagem Inicial Recomendada: 1 mg /dia
Dosagem Padrão: 1 a 5 mg /dia

Droga: acetato de ciproterona

Nome comercial: Androcur
Segurança: ruim
Eficácia: excelente
Administração: oral
Dosagem Inicial Recomendada: variável
Dosagem Padrão: variável


Tipos de Progesteronas:

Droga: acetato de medroxyprogesterona
Nome Comercial: Cycrin ou Provera
Segurança: médio
Eficácia: variável
Administração: oral
Dosagem Inicial
Recomendada: 2,5 mg /10 dias no mês
Dosagem Padrão: 5 a 10 mg /10 dias no mês*
Depo-provera é o nome comercial de um progestogênio a base de acetato de medroxyprogesterona, injetável. como o provera oral é avaliável, desaconselho a injeção visto alguns casos ocorridos de mal estar pelo uso intradérmico.

Tipos de Estrogênios

Droga:17-beta estradiol
Nome Comercial: Hormodose Gel
Segurança: excelente
Eficácia: excelente
Administração: transdermico
Dosagem Inicial Recomendada: 2 doses do disparador /dia
Dosagem Padrão: 2 doses do disparador /dia

Droga: valerato de estradiol

Nome Comercial: Elamax, Climene, Cicloprimogyna
Segurança: bom
Eficácia: excelente
Administração: oral
Dosagem Inicial Recomendada: 2 mg / dia
Dosagem Padrão: 4 a 6 mg /dia

Droga: valerato de estradiol

Nome Comercial: Gestadinona
Segurança: bom
Eficácia: excelente
Administração: injeção
Dosagem Inicial Recomendada: 1 /mês
Dosagem Padrão: 2 a 4 /mês

Droga: enantato de estradiol

Nome Comercial: Perlutan
Segurança: bom
Eficácia: excelente
Administração: injeção
Dosagem Inicial Recomendada: 1 /mês
Dosagem Padrão: 2 /mês*

Qualquer outro anticoncepcional a base de etinilestradiol (Diane35) ou estrognênios cunjugados (Premarin, Premelle) NÃO SÃO RECOMENDADOS por não serem eficientes.


Sugestão de tratamento

O Tratamento básico de muitos institutos europeus e norte-americanos priorizam algumas drogas que são ótimas devido a um baixo risco e uma alta eficácia.
Como ANTIANDRÓGENO, são usados:
ESPIRONOLACTONA em conjunto com FINASTERIDA.
Como PROGESTOGÊNIO, usa-se o ACETATO DE MEDROXYPROGESTERONA, e
COMO ESTROGÊNIO, usa-se ESTRADIOL NATURAL, 17-BETA ESTRADIOL OU VALERATO DE ESTRADIOL.

primeiro mês

DROGAS E DOSAGEM:
- 50 mg de aldactone diário + 1 mg finasterida- nenhum progestogênio - nenhum estrogênio - complemento vitamínico diário

segundo mês

DROGAS E DOSAGEM: - 100 mg de aldactone diário+ 2 mg finasterida- nenhum progestogênio- nenhum estrogênio- complemento vitamínico diário

terceiro mês

DROGAS E DOSAGEM: - 100 mg de aldactone diário+ 2 mg finasterida- 2,5 mg diários de cycrin durante 10 dias no mês- 2 mg de cicloprimogyna ou elamax diário- complemento vitamínico diário

quarto mês

DROGAS E DOSAGEM: - 150 mg de aldactone diário+ 3 mg finasterida- 2,5 mg diários de cycrin durante 10 dias no mês- 2 mg de cicloprimogyna ou elamax diário- complemento vitamínico diário

quinto mês

DROGAS E DOSAGEM: - 150 mg de aldactone diário+ 3 mg finasterida- 5 mg diários de cycrin durante 10 dias no mês- 4 mg de cicloprimogyna ou elamax diário- 1 dose diária do disparador de hormodose gel- complemento vitamínico diário

sexto mês

DROGAS E DOSAGEM: - 200 mg de aldactone diário+ 4 mg finasterida- 5 mg diários de cycrin durante 10 dias no mês- 4 mg de cicloprimogyna ou elamax diário- 2 doses diárias do disparador de hormodose gel- complemento vitamínico diário

sétimo mês

DROGAS E DOSAGEM: - 200 mg de aldactone diário+ 5 mg finasterida- 10 mg diários de cycrin durante 10 dias no mês- 6 mg de cicloprimogyna ou elamax diário- 2 a 3 doses diárias do disparador de hormodose gel- complemento vitamínico diárioMESES: oitavo mês em dianteDROGAS E DOSAGEM: manter dose do sétimo mês sempre!Essa tabela deve ser seguida exatamente como foi descrito. Não se deve aumentar as doses ou modificá-las. Caso o médico opte por outra medicação ou hormonios injetáveis, este deve ser escolhido com muito critério.
*MTF (macho genético torna-se fêmea)

Apesar dos riscos que a auto medicação pode trazer, considero válido os depoimentos de quem faz uso desses medicamentos e suas reações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares